História inacreditável de uma acompanhante

Ele passou um dos membros pela minha contorno e me laçou e eu naquela momento fiquei sendo segurada pelos balaio buscando abancar no cacete dele até que ele acertou o ponto e daí não tinha mais volta, a cabeçona foi me invadindo me fazendo avacalhar e gemer, o cacete firme entrou todinho e ele ia metendo em mim com muita vigor, me levantada e me soltava e enquanto os meus seios deslizavam no torso dele todo ressumado o seu cacete me invadia toda e eu sentia as bolas dele às vezes batendo nas polpinhas do meu jaca acompanhantes franca.

Eu sentia bastante atração com o amplo cacete entrando e saindo da minha xaninha, e passei a gemer e lagrimejar mais e mais, como uma louca depravada e ele começou a pagar cada vez mais forte, me dando estocadas mais intensas e mais fortes enquanto me beijava na boca e me apertava em oposição a o tórax dele.

Me senti um fanico de carne espetada num grande problema, de tão pequena que sou próximo dele.

Ele logo começou a estimular as metidas e a me arrepiar… eu gemia catatau, curtindo o hora famoso, sendo penetrada por um cacete obscuro amplo daquele…com o tórax ressumado e alisado no meu resistência me fazendo beijá-lo vez ou outra. Gozei como de modo algum na minha vida. Fiquei macio, aproximadamente morta de tanto desejo, porém, gadanho pelos membros dele não podia sair. Doida de tanto atração comecei a lambear o tórax ressumado dele com a minha linguaraz dizendo que o cacete dele era bastante prazeroso, bastante grande, bastante firme e que eu já estava me sentindo toda conjuntura e tauz e ele não agüentou e disse que ia esporrar em mim e me puxou pelos cabelos enfiando o cacete inteiro na minha xaninha.

Não deu outra, o meu fundamental obscuro e bem-acabado gozou realizado louco. Senti o cacete dele inchar e a porra dele embuchar a minha xaninha, escoar entre minhas pernas e no momento em que ele tirou também sujou as minhas polpinhas, parte das minhas costas e as minhas coxas…me deixou toda bronca de amalucado porra! Em seguida me colocou de volta em pé no chão e na frente dele e eu sai cambaleando até alcançar na cama dele Deitei de bruços bastante desejoso, suada e suja de porra sentindo a minha xaninha toda alargada e com a porra dele escorrendo, enquanto ele passava as mãos nas minhas costas e falava no meu ouvido: – Você é bastante delicinha heim, priminha! Eu dei um satisfação e respondi: – E você me deu um delicadeza em fundamental! Tadinha de mim! To aqui deitada sem ousadia pra mais nada!

Por isso ele sentou do lado do meu resistência, segurou a minha cogote e colocou a cabeça do cacete nos meus lábios e falou: – Chupa prazeroso vai! Deixa ele firme outra vez, também to bastante com finalidade de você!

Dei uma lambida naquela cabeçona vermelha também suja de porra e em seguida abocanhei a cabeça e comecei a chupar.

Como aquela condição não ajudava eu tirei o cacete dele da minha boca, pedi pra ele deitar e fiquei de quatro inclinada do lado dele. Segurei o cacete dele e fui engolindo bem devagarzinho. Engolia todo o cacete, me entalava toda, tirava da boca e ia chupando o saco dele, ele ia a demência e dava urros de tanto atração.

Com aquele indivíduo na minha boca senti já estava ficando firme de novo. A veias inchadas tocavam os meus lábios me fazendo ter que abrir mais também a boca.

Acho que ele não agüentou mais ficar deitado de abdômen pra cima e sentou na cama com o haste amplo apontando pra cima e eu prendi meus cabelos pra cima pra não atrapalharem e logo fui colocando a boca nele outra vez, chupava com muita desejo enquanto ele ia passando a mão na minha bundinha e passando uns dedos no meu cuzinho.

Alguns minutos em seguida ele chegou no meu ouvido e disse catatau: – Deixa eu alimentar-se a sua bundinha?. Eu sorri com tudo aquele indivíduo na minha boca e balancei a cabeça dizendo que não! Ele também insistiu dizendo: – Dá a bundinha pra mim vai?. Você me deixou louco por pleito dela, acompanhantes marilia.

Eu smile e insistia dizendo que não com a cabeça enquanto os seus dedos penetravam o meu cuzinho devagar. Adorei sentir aqueles dedos grossos no meu rabinho quente e escasso e ficava apenas imaginando toda aquela tora dentro e mim.

Meu fundamental babava pelo meu jaca e ficava louco apenas de olhar. Toda empinadinha e chupando o cacete dele senti no momento em que ele abriu bem o meu rabinho e encontrou com os dedos o meu cuzinho piscando.

Acompanhantes especiais

Andy é uma bela e simpatica menina que faz a mesma autorização que eu estando somente 2 períodos mais adiantada. Ela não é nenhuma wow gostosa, porém é senhora de um satisfação fantástico e de uma atenção alegre, possui cabelos encaracolados, coisa rara hoje em dia, uma pele parda muito agradável naquele porta-seios magro de abdômen lisinha e seios pequenos e charmosos. Ela é do tipo de menina que te invasão com um satisfação e te convence com a palavra, o que não foi distinto comigo, inclusive sendo casado acompanhantes bauru.

Aquela não foi a primeira vez que trai, porém como as coisas aconteceram foi que me levou a desejar corresponder-se a historia aqui, pretendo acabar tudo em um único pega, porém se não for possível me limitarei a 2.

Eu já conhecia Andy de ideia, e constantemente me chamou atenção a felicidade de vida dela, sua atenção e forma como se comportava. Porém foi em um assado, para confraternização do nosso curso que a conheci melhor e o primeiro clima rolou.

O assado foi estabelecido bastante próximo da minha casa, o que me permitiu ir sem o automóvel, porém em seguida me arrependeria disso. Poucas indivíduos foram, nosso curso de modo algum foi bastante reunido, porém foi este feito que me permitiu arredondar dela com mais facilidade. Monge que não era minha desejo, porém resultou. Tudo era bastante acomodado, poucas indivíduos bebiam e os que o faziam era com muito equilíbrio, bastante distinto que eu estava identificado em um assado. Porém como disse, no final tudo compactuaria para o que viria a ocorrer.

Também no início do assado, me sentei ao lado dela, não intencionalmente, porém visto que era um dos poucos lugares para se abancar então. Conversamos ao longo bastante tempo sobre coisas da autorização, questões sociais e a vida singularidades de cada um. Rimos muito. Nossos amigos aos poucos iam concluindo que a conversa não dava oportunidade para uma terceira indivíduo, e iam se ajeitando em mais lugares. Alguns mais sem ponto de vista também se sentavam na alimentação com nós, porém logo se sentiam deslocados e saiam.

Com o desenrolar do dia, algumas brincadeiras foram surgindo. Em a abraçava por posteriormente e fingia que ia mexer na piscina, ela pulava nas minhas costas para eu carrega-la…. Coisas desse tipo. Em certo hora me sentei na iminência da piscina e ela se deitou na minha coxa, devagar eu fazia ternura em seu cabelo enquanto ela fechava os olhos aproveitando o engenho brando. Eu aproveitei o hora e pude adorar o corpo dela sem encapar. Monge que fiquei excitado.

No momento em que por fim entramos na piscina, tive que me resistir para não beija-la então inclusive. Naquelas brincadeiras bestas de mexer agua, ela jogou agua no meu resistência e correu para o cantiga da piscina, eu fui atrás dela, cercando-a com os membros e ficando a poucos centímetros do seu corpo. Eu olhei de modo direto para os olhos dela e a percebi inteiramente bambo, esperando para ser beijada. Eu cheguei a imaginar como seria o maria-sem-vergonha dela antes de resistir e hesitar. Não que já não estivesse evidente o clima entre eu e ela, porém até que o postura se consumisse, eu poderia omitir para as pessoas que pretende que fosse mandar uma coisa sobre.

Por volta das 16:00 minha mulher me ligou dizendo que já estava indo para casa e como tínhamos combinado de sair, tive que ir similarmente. Andy me pediu velhacada, porém tive que omitir, afinal de contas, teria que ir idear o automóvel em casa, e minha mulher perceberia uma coisa forasteiro com firmeza. Porém ela percebeu uma coisa de qualquer forma, uma vez que no resto do dia, apenas pensei na Andy.

Conversamos bastante nos dias que se seguiram pelo telefone celular e o clima entre nós apenas aumentou. Até que ficou evidente que eu queria uma coisa com ela e ela comigo além da simpatia. Com isto, resolvi permitir o próximo passo.

Ela fazia parte do abraço de ligamento entre alunos e professores na autorização, o que significava que ficava ao longo algumas tardes, antes da corte, em uma dependência destinada a esses elos. E foi lá que rompemos a trincheira entre colegas e amantes. A dependência era pequena, porém tinha uma particularidade que permitiria realizar o que fazemos, a unica janela ficava acima da passagem e possuía insulfilme por pleito do ar condicionado. Dentro, existia somente a alimentação, na qual ela trabalhava em seu notebook, e uma biblioteca com alguns documentos. Ela estava lá, bela e agradável como constantemente acompanhantes presidente prudente.

Eu entrei e fechei a passagem atrás de mim, percebi que ela ficou um tanto nervosa no momento em que me viu, inclusive me recebendo com o satisfação simpatico de constantemente. Sentei, esgrouvinhado, na cátedra que ficava na frente da alimentação no qual ela estava e a partir de o inicio direcionei a conversa para o desenlace que eu queria. Ela não demorou bastante para perceber minhas intenções. Após um tempo, ela me chamou para abancar do lado

Os acompanhantes da web

Segundo Rigo para este tipo de tarefa podem ser utilizadas várias fontes de dados, sendo a principal o arquivo de registros de acesso encontrado em um servidor Web. Quando um recurso é solicitado ao servidor Web, um registro é adicionado automaticamente. A página da Web contém diversos elementos que geram cada um deles, uma requisição, como por exemplo, imagens, tags complementares de HTML, scripts, etc. Além disso, alguns destes acessos ficam armazenados na memória temporária (cache), podendo sofrer modificações no decorrer da navegação de acompanhantes rio preto.

Um usuário pode ser mais facilmente identificado, assim como sua sessão de acesso, quando a fonte de dados é alimentada pela aplicação Web. No entanto, quando se trata do uso de registros de acesso do servidor Web, é provável que haja alguma margem de erro, já que a definição inicial e final da sessão do usuário pode conter novas descobertas e informações inconsistentes.

Estes registros de acesso do servidor Web são armazenados no formato já citado CLF, mas com algumas informações adicionais. Podem ser inseridos formatos proprietários e extensões que descrevem arquivos de texto contendo o endereço da requisição, data e horário de acesso, parâmetros recebidos, estados finais, quantidade de dados transferidos e o navegador utilizado para o acesso.

De acordo com Rigo (2008), os dados são organizados em diferentes níveis de abstração, e para compreender as etapas anteriores e exteriores da abstração de dados, existe um nível conhecido como sessão de acesso do usuário. “Uma sessão compreende todas as visualizações de páginas da Web de um único usuário em determinado período de tempo que constitui uma visita deste a um site Web”.

O autor completa que ainda podem existir conjuntos de subseções que compreendem as tarefas realizadas pelo usuário durante seu acesso. A tabela 5 exemplifica como é feita a análise de uma sessão de acesso do usuário a partir de dados do servidor Web.

Há também alternativas para a seleção de fontes de dados, uma delas são os cookies, um conjunto de dados trocados entre o navegador e o servidor HTTP, colocado em um arquivo de texto localizado no computador do usuário. Sua principal aplicação é o armazenamento de preferências ou histórico do usuário.

A descoberta de padrões refere-se à extração e reconhecimento de características, regras e regularidades sobre acessos a páginas da Web, originados da análise de registros de acessos do servidor Web ou por aplicações específicas.

De acordo com Rigo (2008), entre as técnicas utilizadas, podem-se destacar as regras de associação e regras de padrões sequenciais que analisam o percurso de acesso do usuário no ambiente Web. Destacam-se também, em alguns casos, técnicas de classificação e técnicas como agrupamento.

Descubra mais aqui

Informatização

A fim de melhorar a busca e disposição de dados nas páginas da web, o HTML5 incorpora o conceito de semântica criando novas tags para classificar seções específicas que organizam os dados dispostos no documento de acompanhantes jau.

Animações e streamings de áudio e vídeo, antes possibilitados apenas com a ferramenta Adobe Flash Player, agora são nativos do documento e possuem renderização inline.

Silva (2011) comenta também que outra boa e útil novidade a ser implementada pelo HTML5 é o conceito de degradação graciosa. Trata-se de um compromisso com o usuário de exibir o conteúdo do documento independente do modelo de hardware utilizado, sobretudo quando não for bom o suficiente para alguns cursos.

O conceito se aplica também no tratamento de erros. Ao invés de apresentar uma mensagem de erro ao usuário, é preferível a utilização da degradação graciosa, apresentando o conteúdo sem muita perda visual.

O impasse, ainda que não tão alarmante, é tornar o HTML5 cem por cento utilizável nos navegadores atuais. Para isso, é necessário um projeto web que adapte todas as funcionalidades excedentes de maneira satisfatória.

A internet foi desenvolvida por militares americanos que tiveram a ideia de conectar computadores em rede. Em 1967, deram o primeiro nome à internet, chamada de ARPAnet, até então a única rede existente. Mais adiante, surgiu a primeira rede sem fio, criada por Norm Abramson e chamada de AlohaNet, a qual após algum tempo foi subsidiada por Larry Roberts.

            Segundo Glenwright (2001), a ARPAnet teve sua primeira aparição em 1972, atingindo grande impacto na época. O crescimento foi tão grande que o tráfego de dados chegou a um milhão de acessos por dia. Porém, a ARPAnet tornou-se obsoleta e foi desativada em 1990.

            Nas palavras do Web Foundation, em 12 de março de 1989 foi oficializada a World Wide Web por meio de um artigo escrito por Tim Berners-Lee. De imediato, o documento foi ignorado, mas seu inventor o manteve até 1990. Essa nova proposta apresentava o acesso às páginas com hyperlinks, ou seja, tornava-se realidade a integração entre documentos da Web por meio de links.

Dentre as inovações propostas por Tim, ainda estão a URI, uma espécie de endereço único para determinado recurso da Web e o protocolo de transferência de dados HTTP.

            No entanto, somente em 1994, com o lançamento do site da Casa Branca, autorizado pelo vice-presidente Al Gore, é que a Web ganhou sua aprovação. Entretanto, um ano antes, a WWW já estava disponível no mundo todo.

            Em 1994, diante da necessidade de manter um padrão para a Web e assim permitir seu crescimento mundialmente, Tim propôs o consórcio W3C para manter a Web íntegra e funcional no mundo inteiro.

Fonte: http://mulhersemvergonha.com